Loading...

Seios de Fora, NÃO PODE! CEO do Instagram Defende Censura de Mamilos

O co-fundador e CEO do Instagram veio defender publicamente as regras de nudismo da rede social de imagens e vídeos após o protesto contra a censura dos mamilos feito por Scout Willis, filha dos atores Bruce Willis e Demi Moore, ao andar pela cidade de Nova Iorque de topless após ter sido banida do Instagram. 

Kevin Systrom confirmou sua posição ao afirmar novamente as regras dizendo que “não podemos publicar fotos que contenham violência, nudez, nudez parcial, pornografia ou conotação sexual”.

Scout Willis foi banida do Instagram após ter publicado uma fotografia de uma sweatshirt criada por ela onde surgem duas modelos com os seios de fora. A jovem de 22 anos decidiu depois criar uma campanha (#freethenipple) no Twitter onde publicou várias fotografias que mostravam Scout nas ruas, fazendo compras, completamente à vontade.

A filha dos astros não foi a única “famosa” que se viu banida da rede social por ter mostrado mais do que deveria: Rihanna, que tinha mais de 1.3 milhões de seguidores no IG (antes de ter encerrado a sua conta) deu o seu apoio à campanha #freethenipple através da sua conta no twitter.



Systrom afirmou em entrevista à BBC Newsbeat que as regras no Instagram são exatamente as mesmas tanto para celebridades quanto para anônimos, para que seja possível manter a rede social apropriada tanto para adolescentes como para adultos.

“As mulheres são constantemente excluídas do Instagram por publicarem fotografias com a mínima exposição da auréola do mamilo, enquanto fotografias ‘sem mamilo’ – degradantes como tantas delas são – continuam online sem qualquer ação. Por isso mesmo resolvi andar em Nova Iorque de topless e documentar esta ação através do Twitter, salientando que, o que é permitido legalmente pelo estado de Nova Iorque, não é permitido no Instagram.” Afimou Scout.

Depois do grande impacto que esta campanha teve nas redes sociais, responsáveis do Instagram entraram em contato com a garota dizendo que estariam dispostos a reativar a sua conta na rede social, mas sem as imagens que poderiam desrespeitar as políticas da empresa.

Até que ponto o Instagram deve ser tão "conservador"? Tá certo que publicar fotos com conteúdo erótico pode ser muito nocivo, já que a rede social também é habitada por crianças e adolescentes. Mas comprar briga com pessoas de tanta influência pode também ser prejudicial para a própria rede, já que celebridades é uma das âncoras que seguram o público geral em qualquer rede social. Rihanna, por exemplo, já deletou sua conta com simplesmente 12 milhões de seguidores, que fizeram bastante barulho no Twitter, revoltadas. Já pensou se a moda pega e outros artistas resolvem fazer o mesmo?

E você? O que acha disso tudo? Deixe seu comentário aqui.
tecnologia 5602820396424430825

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Use com bom senso :)

emo-but-icon

Página inicial item

Instagram

Facebook

Twitter

receba nossa newsletter

Destaque

Quanto cobrar pelo serviço de design ou ilustração? Para iniciantes na área.

Quanto cobrar pelo design? Como calcular o valor do meu trabalho? Uma dúvida que eu, você e todo profissional liberal tem (independente...