Loading...

E se a popularidade nas Redes Sociais fossem produtos de supermercado?

Imagina só se as redes sociais fossem produtos disponíveis em supermercados? Uma espécie de influência que você pode comprar em qualquer prateleira? Creme de chocolate de Facebook, leite de Twitter, maionese de Linkedin... esse foi um projeto do fotógrafo inglês Valerio Loi que transformou as redes sociais mais populares em produtos comestíveis.

Loi brinca com a busca desesperada pela popularidade online das pessoas e mostra um futuro onde a influência será vendida no varejo. A série mostra garrafas e latas com rótulos que prometem seguidores imediatos, likes, e aumento de popularidade (embora hoje seja possível comprar  seguidores falsos para as mídias sociais!)
Junto com o ganho de popularidade instantânea, os produtos prometem outras coisas, como aumento da auto-estima e da sua rede de contatos profissionais, no caso do Linkedin. 


Batizada de “Web popularity products”, a série imaginou o Facebook, Instagram, Linkedin, Twitter e o Badoo como produtos industrializados que se pode comprar em qualquer prateleira.

 "Hoje em dia muitos de nós consideramos muito importante nossa imagem on-line e em rede: a nossa auto-estima muitas vezes é definida pelo número de seguidores que temos, quantas vezes somos mencionados por outras pessoas e quantos likes recebemos num determinado conteúdo postado", explica Loi.

O resultado, que é uma crítica à busca louca por popularidade na Internet, ficou curioso e bem-humorado.










Produto 6569290934503011793

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Use com bom senso :)

emo-but-icon

Página inicial item

Instagram

Facebook

Twitter

receba nossa newsletter

Destaque

Quanto cobrar pelo serviço de design ou ilustração? Para iniciantes na área.

Quanto cobrar pelo design? Como calcular o valor do meu trabalho? Uma dúvida que eu, você e todo profissional liberal tem (independente...