Loading...

15 Palavras que você não deveria usar para se descrever.

Algumas são incrivelmente usadas em excesso. Outras apenas fazem você parecer arrogante. De qualquer maneira, você perde.


Você costuma usar clichês, superlativos exagerados, ou adjetivos para descrever a si mesmo, achando que vai arrasar em seus perfis de redes sociais e materiais de marketing? Você escreve coisas sobre si mesmo que você nunca realmente tem coragem de dizer?

Aqui estão algumas palavras que são fantásticas quando outras pessoas usam para descrevê-lo - mas você nunca deve usar para descrever a si mesmo, juntamente com outras palavras que todo mundo parece usar (muitas delas fazem aparições anuais sobre listas de palavras mais usadas no LinkedIn, inclusive).

De qualquer maneira, pense muito na palavras que você usa em seus perfis sociais - e seu site, marketing, e outras comunicações da empresa:

"Inovador"


A maioria das empresas afirmam serem inovadoras. A maioria, no entanto, não inovam em nada. Pense bem: o que você fez de inovador no seu emprego? E isso é OK, porque a inovação não é um requisito para o sucesso. (Você não tem que invetar - você apenas tem que fazer o melhor.)

E se você é inovador, não diga isso. Prove. Descreva os produtos que você desenvolveu. Descreva os processos que você transformou.

Dê-nos a algo real para que a sua inovação seja silenciosa, mas evidente.


"Vasta experiência"


Digamos que você tem "uma vasta experiência em web design." Tudo bem, mas não importa por quanto tempo você tem trabalhado na área, isso não fala muita coisa: você ainda poderia ser o pior programador do mundo.

O que importa mais é o que você fez: quantos sites que você criou, quantos sistemas back-end que você instalou, quantas aplicações específicas do cliente que você desenvolveu (e que tipo) ...

Não nos diga quanto tempo você vem fazendo isso. Diga-nos o que você fez.

"Autoridade"


Como Margaret Thatcher disse: "O poder é como ser uma lady, se você tem que dizer que é, você não é."  Dizer que você é "uma autoridade em marketing digital" poderá simplesmente significar que você gasta tempo demais se preocupando com sua pontuação Klout. (Se é que as pessoas ainda se preocupam com pontuação Klout.)

"Orientado (focado) para os resultados"


Sério? Você se concentra em fazer o que é pago para fazer?

"Responsável"


"Responsável" corta para duas maneiras. Você pode ser responsável (mas não espera-se isso de todo mundo?) Ou você pode ser responsável por (que é apenas uma maneira chata de dizer que você fez alguma coisa).

Se você estiver em marketing de mídia social, não diga que você é "responsável por campanhas sociais"; diga apenas que você cresceu conversões em 40 por cento, utilizando os canais sociais. "Responsável" é um grande exemplo de linguagem passiva implorando para se tornar ativa.

Não diga que você é responsável por. Diga o que você fez. Conquistas são sempre mais impressionantes.

"Motivado"


Apenas isso: nunca leve o crédito por coisas que você tem a obrigação básica de ser - ou deveria ser.

"Criativo"


Algumas palavras aparecem taaanto em currículos e perfis, que já não fazem impacto algum. Criativa é uma delas. 
Alguns termos podem realmente descrevê-lo, mas uma vez que eles estão sendo usados ​​para descrever todo mundo, jpa perderam o seu impacto.

"Organizacional"


Esta palavra normalmente modifica outra palavra: desenvolvimento organizacional, otimização organizacional, comportamento organizacional, valores organizacionais, ou comunicação organizacional ....

OK, vamos parar por aí antes de adormecer.

"Dinâmico"


Se você é "vigorosamente ativo e enérgico," hum, fique longe.

"Guru"


As pessoas que tentam ser inteligentes para mostrar que são inteligentes, não são nada. Não seja um "ninja", um auto-proclamado "sábio", etc.

É incrível quando seus clientes carinhosamente descrevem você dessa forma. Mas referir a si mesmo dessa forma, é óbvio que você está dando muito duro para impressionar outras pessoas - ou a si mesmo.

"Curador"


Os museus têm curadores. As bibliotecas têm curadores. Twittar links para coisas que você ache interessante não faz de você um "curador" ou uma "autoridade" ou um "guru". Ponto.

"Apaixonado"


Eu sei que muitas pessoas discordam, mas se você diz que é incrivelmente apaixonado por incorporar a estética de design elegante em objetos do cotidiano, para mim você soa over.

Dizer que você é apaixonado por desenvolvimento de soluções para clientes a longo prazo. Soa um tanto exagerado.  Experimente substituir por palavras como "foco"  ou "especializado". Parece mais honesto.

"Único"


As impressões digitais são únicas. Os flocos de neve são únicos. Você é único - mas o seu negócio provavelmente não é. Isso é bom, porque os clientes não se preocupam com o  único; eles querem o "melhor".

Mostre que você é melhor do que a concorrência, e nas mentes de seus clientes que você será único - sem nunca ter dito isso.

"Incrivelmente ..."


Confira algumas bios aleatórias e você vai encontrar muitas pessoas se descrevendo assim: "Incrivelmente apaixonada", "profundamente perspicaz", "extremamente cativante..."

Não é o suficiente ser apenas perspicaz ou cativante? Você tem que ser profundamente perspicaz?
Se você deve usar adjetivos por cima adjetivos, certamente precisa de uma dose de confiança.

"Estratégico"


A decisão estratégica é aquela que é baseada pensando num todo. E a maioria das pessoas não são capazes de tomar decisões com base em mais do que está bem na frente delas. 

"Estratégico" é um primo próximo do "estrategista", outro chavão que me incomoda. Estrategistas olham para o presente, imaginam algo novo, e desenvolvem abordagens para fazer da sua visão uma realidade.

Pouca gente cria algo novo; E não há problema algum nisso. O legal é aplicar suas experiências e algumas metodologias comprovadas para fazer melhorias.

A maioria dos "estrategistas" são, na verdade, treinadores, especialistas ou consultores que usam o que sabem para ajudar os outros. O que noventa e nove por cento dos clientes precisam e buscam - eles não precisam ou nem mesmo querem um estrategista.


Essa é a minha lista - claramente subjetiva e definitivamente aberta a críticas. O que você achou? O que você poderia adicionar ou remover?


mercado criativo 2252274585975799453
Página inicial item

Instagram

Facebook

Twitter

receba nossa newsletter

Destaque

Quanto cobrar pelo serviço de design ou ilustração? Para iniciantes na área.

Quanto cobrar pelo design? Como calcular o valor do meu trabalho? Uma dúvida que eu, você e todo profissional liberal tem (independente...