Loading...

O maior erro que sua marca está cometendo no Facebook

O diretor de marketing do Facebook, Gary Briggs, falou sobre como recurso de execução automática da rede social fez com que algumas marcas mudassem a maneira de criar vídeos. 


Ele aparece na newsfeed do Facebook do seu cliente. Entre fotos de noivado de uma antiga paixão da faculdade e um longo post da Tia Maria sobre sua vida abençoada, espreme-se o seu vídeo promo mais recente que, muito provavelmente, foi completamente ignorado.

No último Salesforce Connections Conference em Nova York, o CMO do Facebook Gary Briggs apontou uma tendência para vídeos promocionais de marcas: adicionar texto neles para capitalizar sobre a função auto-play da rede social. Se você ainda não pegou esse truque no ar - você está cometendo um grande erro se o seu objetivo é alcançar novos clientes através da rede social mais popular do mundo.

Com a função auto-play do Facebook, os vídeos começam no mudo quando o usuário rola o feed de notícias. As marcas podem aproveitar essa função e enviar de imediato uma mensagem, sem esperar que o usuário clique. Mas a oportunidade é totalmente desperdiçada se mudanças na criação dos vídeos não forem feitas. Os testes para esse recurso começou em 2013, mas algumas marcas ainda não pegaram a 'manha' e estão perdendo espectadores, pois não perceberam que nos primeiros segundos dos seu vídeo, o usuário vai decidir ou não se vai dar alguma atenção. E ele vai perceber e decidir sem som algum envolvido.

Todo mundo sabe que é cada vez mais complicado prender a atenção do seu público e você só tem alguns segundos para captá-la, imagine chegar ao segundo passo: o clique no vídeo. Mas com o recurso de execução automática, você tem o desafio adicional de fazer acontecer em silêncio, na medida em que o espectador olha as novidades no seu feed.

Briggs sugere que as empresas comecem a colocar legendas nos primeiros quadros do vídeo, para capturar a atenção do espectador. Então, da próxima vez você estiver criando um vídeo promocional, pense em como a mensagem iria se deparar: como se fosse um filme mudo. Isso pode ser uma vantagem, porque você não tem que confiar tão pesadamente no áudio para motivar os usuários a clicarem. Agora você pode usar truques de tela nos primeiros segundos, como imagens provocantes e gráficos fascinantes. Tudo para conseguir 1 segundinho de atenção!
Vídeo 6657085139564648215
Página inicial item

Instagram

Facebook

Twitter

receba nossa newsletter

Destaque

Quanto cobrar pelo serviço de design ou ilustração? Para iniciantes na área.

Quanto cobrar pelo design? Como calcular o valor do meu trabalho? Uma dúvida que eu, você e todo profissional liberal tem (independente...