Loading...

Existe Cliente Errado?

EXISTE CLIENTE ERRADO? Essa é uma das perguntas que mais recebo por e-mail. Mas e aí, uma empresa - ou um freelancer - pode dar-se ao luxo de simplesmente recusar um cliente?



Antes da resposta, considero que 2 perguntas precisam ser respondidas, pois são essenciais para a definição das estratégias de qualquer empresa:

  1. Seu produto/serviço tem algum diferencial claro? 
  2. Sua empresa direciona alguma verba para divulgação? Se sim, ela é direcionada no tipo certo cliente ou 'tira pra todos os lados'? 

Com essas duas respostas, podemos partir finalmente para o perfil do seu cliente: se ele for daquele tipo que vive ameaçando trocar você por um concorrente que pratique o preço mais baixo, já passou da hora de refletir se esse perfil realmente vale a pena.

Em todas as áreas do mercado (ou pelo menos em quase todas), existem diferentes faixas de preço cobradas por um serviço prestado, assim como diferentes níveis de qualidade – por isso se faz necessário segmentar para saber exatamente qual estratégia você deve seguir. Mesmo os clientes que estão dispostos a desembolsar mais por um serviço, precisam enxergar valor nele – e esses mesmos clientes, geralmente, são os que já passaram por problemas por terem pago barato demais. É o velho "barato que sai caro"

O que o empreendedor precisa decidir é que tipo de cliente ele quer adicionar em sua cartela. Vale a pena manter todo e qualquer cliente? 

Se o seu cliente é do tipo que:

  • demanda em excesso, em relação ao valor cobrado
  • exige muito retrabalho (tempo é dinheiro) 
  • tenta constantemente forçar uma baixa de preços 

Ele pode ser o responsável pelo seu estresse e de sua equipe e deve ser RISCADO de sua lista.

Evidente que o mercado não permite o luxo de se desfazer de cliente nenhum, mas pensando com um pouquinho de estratégia, percebemos que esse cliente não é rentável, considerando os custos fixos/variáveis que você precisa ter para manter o nível do serviço prestado.

Lembro aqui que, obviamente, o mercado irá variar bastante de acordo com o segmento. Manter a comunicação da sua empresa eficiente para que seu cliente enxergue o valor de seu serviço é vital. 
é preciso enviar a mensagem correta, clara e inserida nos valores e DNA de sua empresa. E o recado deve ser dado de forma eficiente. É por isso que investir em alguém com expertise no assunto é essencial.

Combinando todas essas vertentes, é possível atenuar de forma expressiva a concorrência desleal do mercado, independente do segmento.

O cliente vai pagar mais caro se ele enxergar valor. E onde você quer se posicionar?

Alguma dúvida? Sugestão? Espero que vocês tenham curtido. Mande sua sugestão de post clicando aqui.

_


novidade 963119375055990797

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Use com bom senso :)

emo-but-icon

Página inicial item

Instagram

Facebook

Twitter

receba nossa newsletter

Destaque

Quanto cobrar pelo serviço de design ou ilustração? Para iniciantes na área.

Quanto cobrar pelo design? Como calcular o valor do meu trabalho? Uma dúvida que eu, você e todo profissional liberal tem (independente...